segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Antes da escuridão

São tantas batalhas
É tão funda a dor
São tantas imagens
De abandono e desamor
Há tanta gente caída
Sem ninguém que os abrace
Sem ninguém que os levasse
Antes da escuridão

Então desenho o teu corpo em mim
A forma da tua mão em mim
Pudesse ser essa forma do mundo inteiro
Acordo só para te ver dormir
Assim em paz

São tantos os medos
Calados por dentro
Estilhaços de guerra
Sem luar nem vento
Cravados tão fundo
No peito
Sem ninguém que os arranque
Sem ninguém que estanque
O mal que foi feito

São tantos olhares
De espanto, vazios
E é tanto o escuro
E faz tanto frio
Há gente caída no chão
Sem ninguém que os levasse
Sem que ninguém que os abrace
Antes da escuridão

Então desenho o teu corpo em mim
A forma da tua mão em mim
Pudesse ser essa forma do mundo inteiro
Acorda só para te ver dormir
Assim em paz

Então desenho o teu corpo em mim
A forma da tua mão em mim
Assim em paz





Senti-me perdida, senti-me fraca, senti-me abandonada, senti-me com medo, senti-me caída, senti-me sozinha, senti-me na escuridão... então Ele mandou-me um anjo sem asas, para que eu me senti-se encontrada, forte, segura, abraçada, e com luz. 
Esse anjo acordou-me de um sono profundo, para me mostrar como o mundo precisa de mim, como o mundo é belo. 

Esse anjo fez com que eu percebesse que apesar de me sentir sozinha, Ele não me deixa, e que Ele sabe o que faz, que Ele nunca me abandona, que Ele me abraça.

Esse anjo fez-me sentir importante, fez-me sentir forte, fez-me sentir especial, e fez-me lembrar que NADA ACONTECE POR ACASO.

Anjo, obrigada por me tirar da escuridão, obrigada por "Acordar só para me ver dormir em paz", obrigada pelo seu ombro, obrigada pelo seu coração, obrigada pela sua mão, obrigada pelo seu abraço, obrigada pela sua companhia, obrigada pelos olhares, obrigada pelos carinhos, obrigada pelo sorriso, obrigada pelas palavras, obrigada pelo silêncio, obrigada pela confiança, obrigada pela reciprocidade, obrigada por SER

"Tem pessoas que não precisam de ter asas para serem chamadas de anjos!"

Sem comentários:

Enviar um comentário