terça-feira, 5 de abril de 2011

Diga-me, quantos anos tenho?


Então diga-me, quantos anos tenho? Em que escola é que estou? Como são as minhas notas? Como é que tenho andado, triste, feliz, aborrecida, com muito trabalho? Tenho namorado ou não? Como está a minha saúde? Mas afinal conhece-me? Pois não sei...! Sou boa ou má pessoa? A mim parece-me que a seus olhos pior pessoa não pode existir. Será que quando fala comigo dá para ser sem gritar? Será que tudo isto é por me amar, ou há mais alguma coisa? Será que sou mesmo má pessoa, e quem está a reagir mal sou eu? Será que nunca tenho razão e simplesmente sou uma rapariga que não dá valor nada, mimada, que gosta de se fazer de vitima, sem conhecimento do que é a vida real? E será que algum dia me poderá responder a tanta pergunta (sem gritar, sem brigar, sem chorar, sem gozar...)? E será o que sinto é Amor, ou é outro sentimento o qual não sei o nome que simplesmente existe desconhecimento, carinho, interesse, confusão  tristeza... E então quem sou eu...?