quinta-feira, 15 de março de 2012

Conduzes-me?



Conduz-me senhor. Por favor meu Deus. Conduz-me ao caminho certo, conduz-me ao caminho com saída estou cansada de encontrar sempre cominhos sem saída. Conduz-me a ser uma pessoa melhor, conduz-me a conseguir fazer as coisas corretas, conduz-me a Te amar mais, conduz-me a lutar por aquilo que vale mesmo a pena, acho que simplesmente quero que me conduzas a ser eu própria!
Tira-me este nevoeiro que me abafa, tira-me este lençol que me sufoca, tira-me desta pessoa... Como Fernando Pessoa diz «Está na Hora!» está na hora meu Deus de eu me encontrar, está na hora de saber quem sou eu, está na hora de deixar o passado para trás e viver o futuro do passado. Tentar perceber o porquê das pedras que me colocas no caminho, porque sei com esta cruz que me dás conseguirei passar por muitas mais coisas. Mas meu Deus eu sou uma obra tua, sou um
milagre Teu, e não posso Te decepcionar, mas por outro lado sou tão pequena, tão frágil e não sei se tenho a força necessária para ser digna de tanto amor.
Meu Deus olha por esta Tua filha que Te pede. Sei que És grande e consegues olhar por todos os Teus filhos.
Faz-me sentir esse amor de Pai, que tanto me faz falta.
Conduz-me ao Amor.

domingo, 4 de março de 2012

Abraças-me?


Sim! Sim foi eu, foi eu que Te dei o abraço da despedida, foi eu que me afastei de Ti, foi eu que procurei mas não encontrei, foi eu que não consegui perdoar, foi eu ... Foi eu que fugi de Ti.

Há uma frase que estou sempre a dizer « Só damos valor ás coisas importantes quando as perdemos»... mas agora, sempre Te dei valor o que aconteceu? Onde estás? Continuas de abraços abertos para mim? Tu amas-me? Valeu a pena tudo isto?
A Ti quero me entregar, a Ti quero me dar, sei que só escolhes o melhor para mim, mas será que sou capaz? Sinto-me fraca, sinto-me a cair, sinto-me triste, sinto-me por vezes sozinha, vazia o Teu silêncio. Será isso que me queres mostrar? O silêncio, o vazio? A dúvida deixa-nos mais fortes, mas a tua ausência entristece-me. Não consigo perceber, o motivo de tanto silêncio. Se isto é a Tua vontade que se faça, mas ajuda-me, mostra-me qual o caminho, qual os gestos, quais as palavras, quais as atitudes... Abraça-me Senhor! Quero sentir-me protegida, quero Te encontrar novamente, quero amar-Te sobre todas as coisas. Preciso de Ti, as pessoas à minha volta precisam de Ti, o Mundo precisa de Ti. Ajuda-me a ser aquilo que Tu queres.

Abraças-me?

A Palavra Final

A Palavra Final